SISTEMA DE OBSERVAÇÃO DA TERRA - SOT

Em 2018 foi instalado no Centro de Controlo e Missão (MCC) de satélites, localizado na comuna da Funda, a plataforma OPENGEOLAB (OGL), visando o treinamento de especialistas angolanos em matéria de Observação da Terra, mais concretamente na identificação, processamento, arquivo e distribuição de dados de satélites de Observação da Terra, em parceria com a THALES ALENIA SPACE.

“O Decreto Presidencial 2/21, de 11 de Janeiro, autoriza a despesa para a contratação do Fornecimento de Software, Hardware e Treinamento para o Sistema de Observação da Terra para a República de Angola.

A Observação da Terra (da sigla em inglês EO – earth observation) tornou-se um elemento-chave para o processo de tomada de decisões em um amplo espectro de actividades, como defesa, meio ambiente, clima, agricultura, mapeamento, economia, construção e ordenamento do território, indústria, segurança, etc.

Em consequência da quantidade e qualidade sem precedentes de imagens disponibilizadas por constelações de satélites radar e óptico, é possível observar qualquer lugar do planeta com muita precisão e frequência e obter dados fiáveis. As novas tecnologias têm permitido o armazenamento e processamento de grandes quantidades de dados, onde os usuários podem combinar dados in situ ou dados estatísticos, com dados de EO já disponíveis e criar informações ou serviços de valor agregado.”

Plataforma GLONASS (Agricultura)

Foi celebrado na Rússia, aos 04 de Abril de 2019, um acordo de cooperação entre os Governos da República de Angola e da Federação Russa no campo da exploração e uso do espaço exterior para fins pacíficos.

A Agência Espacial Federal Russa, Roscosmos, manifestou a intenção de instalar no território da República de Angola uma estação terrena de sentido único SM-GLONASS, que irá receber imagens captadas por satélites da constelação GLONASS, sistema de navegação por satélite (GNSS) russo. Adicionalmente, foi apresentada, pela instituição Russa JSC Glavkosmos, subsidiaria da Roscosmos, uma proposta de um Sistema de Informação Geográfica “SIG” (do inglês GIS – Geographic Information System) aplicado à Agricultura (GIS Panorama AGRO), com utilidade no monitoramento e gestão da agricultura para benefício da República de Angola.

Figura 1 – Imagem ilustrativa de diversos Sistemas de Navegação por Satélite (GNSS).

Casos de Estudo

O GGPEN no âmbito do uso de recursos de satélites de observação da terra, pretende desenvolver alguns casos de estudos sobre diferentes importantes temáticas que fazem parte de agendas governamentais em todo mundo e estão intrinsicamente ligadas a agenda 2030 no que tange o cumprimento de alguns dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis.

A implementação destes casos de estudos poderá servir como base da criação de produtos como plataformas de monitoramento para diferentes industrias promovendo diversos serviços que impulsionarão o desenvolvimento tecnológico e a economia. 

Caso de Estudo 1 – Agricultura

Fazendo recurso a imagem de satélite pretende-se determinar a extensão da área cultivada em todo território nacional, identificar os tipos de culturas nas diversas regiões agrícolas, disponibilizar indicadores sobre o estado da vegetação como NDVI, LAI, índices de fenologia permitindo melhor tomada de decisões durante o ciclo das plantações sejam estas sobre irrigação ou taxas de aplicação de insumos. 

Caso de Estudo 2 – Ambiente

O petróleo é o principal recurso natural explorado em Angola, os derrames causados durante sua exploração e transporte constituem um sério problema ambiental com grandes implicações económicas para as comunidades costeiras, e para o meio ambiente em geral, deste modo o GGPEN tem em carteira o desenvolvimento um caso de estudo sobre monitorização de derrame de petróleo no norte de Angola utilizando de imagens de radar e imagens ópticas de alta resolução.

Caso de Estudo 3 – Ordenamento do Território

As construções anárquicas e ocupação ilegal de terrenos são alguns dos problemas que desafiam o normal ordenamento de um território e planeamento urbano de cidades. O GGPEN desenvolve um caso de estudo sobre a utilização de dados de satélites de observação e ferramentas de GIS (Sistema de Informação Geográfica) para apoio a tomada de decisão no âmbito do planeamento urbano das cidades.